0800 000 0696
Imagem de painéis solares representa a eficiência energética no turismo - Parceiros OYO

Os objetivos dentro do setor turístico foram mudando ao longo do tempo. Hoje, junto com a crescente demanda por turismo sustentável, é cada vez mais importante falar em eficiência energética no turismo.

As empresas do segmento de viagens e hotelaria têm proposto objetivos diferentes. Entre eles, é cada vez mais comum falar em promoção da sustentabilidade e eficiência energética no planeta e, em particular, nos espaços naturais. Também visam gerar melhores e mais saudáveis ​​condições de vida nas cidades.

Por isso, há tempo, as empresas do setor de turismo enfrentam os desafios de modificar seu consumo de energia e construir novas alternativas. Alternativas benéficas para o meio ambiente e, também, para a saúde e o futuro do ser humano são cada vez mais debatidas e implementadas.

Eficiência energética no turismo: por que a transformação é cada vez mais importante?

O setor de turismo representa uma parte importante do Produto Interno Bruto em diversos países do mundo, como o Brasil. As viagens formam um setor estratégico a nível social e econômico que deve estar em constante inovação para se sustentar. Nesse sentido, um potencial de economia de energia na hotelaria é fundamental para movimentar as finanças e para gerar empregos. É uma forma de gerar maior competitividade no setor.

Além disso, há também uma tendência crescente de busca pelo turismo ecológico. Isso significa que cada vez mais viajantes procuram viver suas experiências da forma mais sustentável possível. Por isso, os hóspedes atuais valorizam positivamente os hotéis e pousadas que também têm um compromisso com um futuro sustentável e com o meio ambiente em geral.

Interesse em eficiência energética

A preocupação com a questão energética mundial se instala de duas formas: 

  1. Pela consciência de que a exploração dos recursos naturais tem limite;
  2. Por entender que o meio ambiente corre risco de consumo excessivo pelas sociedades. E também entender que a sustentabilidade do meio ambiente, em última análise, depende do futuro das civilizações como as conhecemos hoje.

Acredita-se que os primeiros vestígios desse tipo de preocupação tenham surgido no início da década de 1970. Naquela época, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo quadruplicou o preço do barril, gerando forte crise mundial. Isso levou muitos países a buscar alternativas ao petróleo. Esse fato também explicou a limitação desse recurso como fonte de energia e a necessidade, portanto, de buscar outras possibilidades.

Mas, além disso, no final da década de 80, em conferência realizada no Senado dos Estados Unidos, o cientista Hansen alertou que o planeta passava por mudanças climáticas. Essas declarações se tornaram públicas rapidamente e mais tarde foram endossadas por vários estudos. Foi nessa época que surgiu a ideia do aquecimento global. Com isso, começaram a surgir investigações relacionadas à importância da geração de outras fontes de energia para reverter esse quadro.

Como melhorar a eficiência energética em hotéis?

Levando em consideração o exposto, podemos afirmar que a eficiência energética no turismo é necessária. Atualmente, existem diferentes ferramentas e estratégias que podem ser utilizadas para isso. 

Monitoramento de consumo

Há algum tempo, a Organização Mundial do Turismo (OMT) desenvolveu “Soluções Energéticas para Hotéis”. Uma ferramenta que permite aos hoteleiros obterem relatórios atualizados sobre a gestão que os seus estabelecimentos fazem da energia que utilizam. Dessa forma, são acessados ​​dados concretos que permitem avaliar e comparar o consumo de energia ao longo do tempo e também com outras empresas do setor. Também permite saber a pegada de carbono que resta.

Diagnóstico

O Centro de Conhecimento, Inteligência e Inovação em Turismo também gerou uma ferramenta de diagnóstico. Ela é especialmente desenhada para que as empresas de hotelaria possam realizar autodiagnósticos simples do seu consumo e eficiência energética. Além disso, permite que você carregue um sistema de suporte para ele. Com essa ferramenta, as empresas têm acesso à possibilidade de realizar ações específicas com objetivos de eficiência e sustentabilidade.

Automação residencial

Finalmente, podemos citar a automação residencial. Trata-se de um conjunto de sistemas que permitem automatizar e controlar a gestão dos estabelecimentos. Esta gestão inclui questões de comunicação, segurança e eficiência energética.

Os benefícios da eficiência energética no turismo

Muitas empresas do setor de turismo decidem não concentrar seus esforços nas questões de eficiência energética devido ao investimento que isso requer. No entanto, deve-se levar em conta que o retorno desse investimento traz múltiplos benefícios para os clientes e, portanto, também para os empresários. Além de melhorar o conforto, os custos com energia também serão reduzidos no futuro, atendendo a uma demanda crescente por sustentabilidade e contribuindo para o meio ambiente.

Podem ser tomadas pequenas medidas de forma progressiva que não requerem grandes investimentos, mas geram diferenças importantes, ou partir para grandes projetos que trarão resultados a longo prazo. Algumas opções são:

  • Substituição de instalações de iluminação por lâmpadas de tecnologia LED;
  • Uso eficiente da água, que se tem mostrado não ser um recurso totalmente renovável;
  • Substituição de equipamentos de ar condicionado por outros mais eficientes;
  • Incorporação de painéis solares.

São estratégias que melhoram substancialmente a eficiência energética, ao mesmo tempo que reduzem custos futuros, contribuem para o meio ambiente e se adaptam à crescente demanda turística.

Saiba mais sobre o turismo sustentável

Tendência a nível mundial, esse de viagem surge da necessidade de fazer algo pelo futuro do planeta e, consequentemente, apresenta uma oportunidade de desenvolver ou promover negócios turísticos com uma visão respeitosa dos ecossistemas. Leia mais em nosso artigo.

Faça parte da rede de hotéis que mais cresce
no Brasil e no Mundo!