0800 000 0696

Dicas para arrasar no Café da Manhã

Por Ana Paula Leite, Consultora em hotelaria | 14 de Setembro 2020 

Café da manhã de hotel: dicas para arrasar

Quantas vezes nós hoteleiros já fomos viajantes e esperamos por aquele delicioso café da manhã de hotel? Certamente muitas! Nossos hóspedes também têm altas expectativas sobre isso, e eles esperam simplesmente por aquele momento UAU. Sabemos que existem diversas categorias de hotel e tipos de serviço de café da manhã de acordo com elas. Contudo, nosso hóspede sempre terá expectativas, seja ele simples ou não. 

Simplicidade não deve ser confundida com descuido ou falta de capricho: é possível oferecer um café da manhã muito bom mesmo nos hotéis e pousadas mais simples.

O café da manhã é um dos principais focos de experiência do hóspede – ele pode sentir-se surpreendido ou frustrado nessa hora. Comumente, o café da manhã de hotel é alvo de severas críticas ou elogios nas OTA’s, tamanha a importância desse momento para o viajante. Por isso, devemos cuidar para que tudo esteja perfeito, e que no final nossos hóspede sejam surpreendidos positivamente.

 

Vamos as dicas, entendendo alguns pontos chaves para oferecer um bom café da manhã de hotel:

Apresentação dos alimentos – Todos nós sabemos que a comida estimula vários sentidos do nosso corpo, olfato e paladar são dois deles. Mas a experiência com a comida vai muito além de gosto e cheiro: ela começa já na visão, que tem o poder de ativar as glândulas salivares com uma simples imagem. Quem nunca viu uma propaganda de comida com um aspecto maravilhoso e suculento e já salivou? Então lembre-se: os alimentos, além de gostosos, devem também ser bem apresentados.

A apresentação dos alimentos deve considerar: 

Cor;

Consistência; 

Temperatura;

Variedade;

Reposição adequada;

Simetria na distribuição das travessas;

Higiene das bancadas.

Apresentação do buffet – A montagem do buffet também tem muita importância no aspecto geral do café. Ela deve seguir algumas regras básicas, que irão influenciar diretamente na experiência do hóspede. Deve-se organizar a mesa na seguinte sequência: 

  1. Quentes, como ovos, molho de cachorro quente, linguiça calabresa, pão de queijo, entre outros;
  2. Pães, bolos e massas;
  3. Cereais;
  4. Frios, como queijos, presunto, peito de peru, entre outros;
  5. Frutas;
  6. Bebidas. 

As louças devem seguir essa lógica também: os pratos e talheres no início do buffet; as xícaras, pires e copos ao lado da seção de bebidas.

Além disso a apresentação do buffet também deve considerar a arrumação padrão das louças, alturas diferentes (para ficar visualmente atraente), posição simétrica das travessas, posição simétrica dos pegadores, posição simétrica das placas de identificação dos alimentos e também, é claro, uma discreta decoração.

Reposição de itens – A reposição é de suma importância no horário do café. Afinal, devemos manter a apresentação dos alimentos sempre atraente, não podemos deixar que nosso hóspede pense estar comendo “restos”, ou chegue para a refeição e algo tenha acabado. Por isso, a programação de acordo com a quantidade de hóspedes na casa é essencial.

Lembre-se:

  • As travessas devem estar sempre cheias. Utilize travessas menores – se for o caso – ao final do café;
  • Faça a reposição antes que acabe, não espere a bandeja esvaziar;
  • Deixe pronta a reposição dos itens que mais saem durante o café. Passe o papel filme  e deixe refrigerado até a hora do uso;
  • O pão de queijo deve ser assado a tempo de repor, então calcule pela quantidade de hóspedes que ainda não tomaram café a necessidade ou não de assar outra fornada;
  • Os hóspedes que tomam café mais tarde pagaram a mesma diária e merecem a mesma qualidade de serviço. Se for o caso, ofereça itens de preparo na hora.

Como aprendemos, todos os cuidados com a apresentação do buffet, dos alimentos e até dos colaboradores, resultam em uma padronização do serviço de café da manhã de hotel. O padrão interfere na experiência do hóspede, que percebe isso como sinônimo de qualidade e confiança nos processos – além de demonstrar cuidado e atenção aos detalhes. Portanto, é importante seguir uma padronização do serviço, mas sem nunca deixar de lado a criatividade. Padrão não significa ser sempre igual!

Depois de tudo isso, a certeza que fica é que se colocarmos em prática essas dicas, seu hóspede com certeza sairá satisfeito do seu café da manhã.

Acompanhe as novidades em gestão hoteleira

O café da manhã de hotel é apenas um dos itens que os responsáveis por gestão hoteleira devem se atentar. Para acompanhar tendências da área e dicas de uma governança de alto nível, acompanhe os webinars da OYO.

Faça parte da rede de hotéis que mais cresce
no Brasil e no Mundo!